“Quando o cidadão descobre que ele é o princípio do que existe e pode existir com sua participação, começa a surgir a democracia.”

Herbert de Souza, Betinho
Geração de Trabalho e Renda

Apoio e organização de projetos com o objetivo de desenvolver grupos de produção para a geração de trabalho e renda dentro dos princípios da economia solidária. Assessoria e acompanhamento das ações para capacitação dos grupos com vistas a sua autonomia.

COMUNIDADES EM REDE

Grupos de costureiras: Nós do Ponto Chic (Nova Iguaçu), Revivendo Arte (Cidade de Deus) e Recicaco (Morro dos Macacos)

O projeto nasceu de uma ação em conjunto dos comitês da Ação da Cidadania Elos, Geresperança e CARJ (funcionários do Banco do Brasil) e do Comitê Flamengo para reaproveitamento de malotes descartados pelo Banco do Brasil e sua transformação em bolsas, acessórios e brindes corporativos. Ao longo do tempo contou com a parceria da Fundação Banco do Brasil, Instituto Cooperforte, Brasilcap, Banco do Brasil, Senai e Sebrae. Os grupos receberam equipamentos e tiveram acompanhamento e cursos de capacitação ao longo de três anos para a produção, divulgação e comercialização dos produtos.

O empreendimento de economia solidária segue com os três grupos de costura investindo na produção de lindas peças de artesanato, participando de feiras e eventos, venda direta e um site para exposição e comercialização dos produtos: Bolsas em rede.

Costureiras do Nós do Ponto Chic

Nós do Ponto Chic (Nova Iguaçu)

Costureiras do Revivendo Arte

Revivendo Arte (Cidade de Deus)

 

Recicaco (Morro dos Macacos)

 

CATADORES CIDADÃOS

Associação Comitê Ponto Chic – Nova Iguaçu – RJ

Trabalho organizado a partir deCatadores experiência do Fórum de Cooperativismo Popular do Rio de Janeiro, que contribui para a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores envolvidos. O projeto inicial reuniu 28 catadores para a coleta de material reciclável em troca de cestas básicas.

Com sua instalação na sede própria Estação Cidadania, o projeto transformou-se em um empreendimento de economia solidária, com sustentabilidade própria.

Também obteve recursos de programas da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) e da Fundação Banco do Brasil para aquisição de equipamentos para agregar valor ao material coletado, como prensa, balança, esteira, veículo motorizado e recursos para treinamento e capacitação dos trabalhadores.

O grupo faz coleta seletiva no bairro de Ponto Chic, Nova Iguaçu.

 

COMO AJUDAR

Doações

Em dinheiro para auxiliar nas despesas administrativas (pessoal, água, luz, gás e telefone, material administrativo e equipamentos) e compra de alimentos para cesta básica
>> Comitê Elos: Banco do Brasil Ag. 0392-1 c/c 24792-8 (valor acrescido de 02 centavos)

Em material (Equipamentos para os Catadores Cidadãos: balança industrial, prensa enfardadeira, microcomputador; triciclo, alimentos não perecíveis)
>> Comitê Elos: Fale Conosco

Trabalho Voluntário

Orientação e design de moda e novos produtos
Orientação técnica sobre reciclagem, segurança e higiene no trabalho do catador
Orientação sobre questões relacionadas à saúde e ao meio ambiente
>> Comitê Elos: Fale Conosco

Voltar a página anterior